A Peugeot S.A. informa seus acionistas sobre algumas alterações nas formas de participação na Assembleia Especial e na Assembleia Geral Extraordinária de 4 de janeiro de 2021

download-pdf
download-image
download-all


Ao ler a comunicação a seguir, você concorda em ficar vinculado às seguintes limitações e qualificações:

Esta comunicação é apenas para fins informativos e não se destina e não constitui uma oferta ou convite para trocar, vender ou solicitar uma oferta para subscrever ou comprar, ou um convite para trocar, comprar ou subscrever quaisquer títulos, qualquer parte de negócio ou ativos aqui descritos, ou quaisquer outros interesses ou pedido de qualquer voto ou aprovação em qualquer jurisdição em relação à operação proposta ou de outra forma, nem haverá qualquer venda, emissão ou transferência de títulos em qualquer jurisdição em violação da lei aplicável. Esta comunicação não deve ser interpretada de maneira alguma como uma recomendação para qualquer leitor da mesma.

Esta comunicação não constitui um prospecto, uma declaração de divulgação de produtos ou outro documento de oferta para efeitos do Regulamento (UE) 2017/1129 do Parlamento Europeu e do Conselho, de 14 de junho de 2017.

Uma oferta de títulos nos Estados Unidos nos termos de uma operação de combinação de negócios só será efetuada, conforme exigido, através de um prospecto que faz parte de uma declaração de registro efetiva arquivada junto à US Securities and Exchange Commission (“SEC”). Uma declaração de registro no Formulário F-4 foi arquivada junto à SEC em conexão com a fusão da Fiat Chrysler Automobiles NV ("FCA") e Peugeot SA ("PSA") por meio de uma fusão transnacional e foi declarada efetiva pela SEC em 20 de novembro de 2020, e o prospecto foi enviado aos titulares de ações ordinárias da PSA (que não sejam titulares de ações ordinárias da PSA que não são cidadãos dos EUA (conforme definido nas regras aplicáveis ​​da SEC)) em/ou próximo a 23 de novembro de 2020. Aos acionistas da Fiat Chrysler Automobiles N.V. (“FCA”) e da Peugeot S.A. que são cidadãos dos EUA ou que estão localizados nos Estados Unidos, recomenda-se a leitura da declaração de registro, uma vez que contém informações importantes relativas à operação proposta. Cópias podem ser obtidas de todos os documentos relativos à operação proposta arquivados na SEC, documentos incorporados por referência e arquivos da FCA na SEC no site da SEC, em http://www.sec.gov.

 

Após a publicação do decreto n.° 2020-1614 de 18 de dezembro de 2020, que prorroga e modifica o decreto n.° 2020-418 de 10 de abril de 2020, especificando os procedimentos para a realização de assembleias a portas fechadas, a empresa comunica aos seus acionistas algumas alterações nas condições de participação e realização das Assembleias Gerais de 4 de janeiro de 2021.

Os acionistas que optem por fazer-se representar por um procurador de sua escolha devem notificar a sua nomeação, podendo também revogá-la até o quarto dia anterior às assembleias, ou seja, até quinta-feira, 31 de dezembro de 2020, à meia-noite, horário de Paris.

O procurador deverá enviar à “Société Générale”, por e-mail, suas instruções de voto para o exercício de seus mandatos no formato de uma cópia digitalizada do formulário único. O  endereço para este envio é o assemblees.generales@sgss.socgen.com.

O formulário deve conter o nome, sobrenome e endereço do procurador, mencionando “Na qualidade de representante”, e deve ser datado e assinado. As instruções de votação estão indicadas na seção “Eu voto pelo correio” do formulário. O procurador deverá anexar uma cópia do seu documento de identidade e, se for caso, uma procuração da pessoa que representa. De acordo com o decreto n.° 2020-418 de 10 de abril de 2020, conforme alterado e levado em consideração, a mensagem eletrônica deverá ser recebida pela “Société Générale” no mais tardar até o quarto dia anterior à data das Assembleias, ou seja, quinta-feira, 31 de dezembro de 2020, à meia-noite, horário de Paris.

Os acionistas são convidados a enviar suas questões por escrito à “Société Générale” até o fim do segundo dia útil anterior à data das Assembleias Gerais, ou seja, 30 de dezembro de 2020. As respostas às questões escritas serão publicadas no website do Groupe PSA na Internet o mais rápido possível após o término das Assembleias, e, no mais tardar, antes do final do quinto dia útil a partir da data das Assembleias.

A empresa informa ainda aos seus acionistas que já se encontra disponível uma lista de perguntas e respostas sobre a proposta de fusão entre PSA e FCA (e em particular sobre a admissão de participação na Stellantis, empresa resultante da fusão, na Euronext Paris) no website do Groupe PSA no seguinte endereço: www.groupe-psa.com/fr/psa-fca-projet-fusion/.

As duas Assembléias serão transmitidas ao vivo no seguinte endereço: www.groupe-psa.com/fr/finance/actionnaires-individuels/assemblee-generale/ e um link para rever a transmissão estará disponível no mesmo endereço o mais rápido possível após a realização das Assembleias e, no mais tardar, antes do final do quinto dia útil a partir da data das Assembleias.

De acordo com as disposições do decreto n.º 2020-418, conforme alterado, um acionista que já tenha votado por correspondência, dado procuração ao Presidente da Assembleia, ou dado procuração a um terceiro, pode escolher outra forma de participação nas Assembleias Gerais, desde que a nova instrução emitida por este acionista chegue à empresa: (i) nos termos e prazos especificados neste comunicado no que diz respeito aos poderes conferidos aos terceiros, e (ii) de acordo com os termos legais e prazos especificados no documento de convocação e na convocatória disponível no website da empresa sobre os votos por correspondência ou poderes ao Presidente. Assim feito, suas primeiras instruções serão revogadas.

Por fim, a empresa informa ainda que nomeou, de acordo com o disposto no decreto n.º 2020-1614 de 18 de dezembro de 2020, como observadores nas Assembleias Gerais, os representantes do BPIfrance (acionista via Lion Participations) e EPF / FFP (acionista via Maillot 1).

 

Contatos de Imprensa:

Karine Douet : +33 6 61 64 03 83 – karine.douet@mpsa.com

Valérie Gillot: +33 6 83 92 92 96 – valerie.gillot@mpsa.com

 

DECLARAÇÕES DE PERSPECTIVA FUTURA

Este documento contém declarações prospectivas. Em particular, essas declarações prospectivas incluem declarações relativas ao desempenho financeiro futuro e as expectativas da FCA e PSA (as "Partes") quanto à realização de determinadas métricas direcionadas em qualquer data futura ou período futuro. Essas declarações podem incluir termos como “pode”, “irá”, “espera”, “poderia”, “deveria”, “pretende”, “estimar”, “antecipar”, “acreditar”, “permanecer”, “no caminho certo”, “Design”, “meta”, “objetivo”, “metas”, “previsão”, “projeção”, “perspectiva”, “perspectivas”, “plano” ou termos semelhantes. Declarações prospectivas não são garantias de desempenho futuro. Em vez disso, baseiam-se no estado atual de conhecimento das Partes, expectativas e projeções futuras sobre eventos futuros e são, por natureza, sujeitas a riscos e incertezas inerentes. Elas se relacionam a eventos e dependem de circunstâncias que podem ou não ocorrer ou existir no futuro e, como tal, nelas não deve ser depositada confiança indevida.

Os resultados reais podem diferir materialmente daqueles expressos em previsões futuras como resultado de vários fatores, incluindo: o impacto da pandemia COVID-19, a capacidade da PSA e da FCA e / ou do grupo combinado resultante da transação proposta (juntamente com as Partes, as “Empresas ”) lançar novos produtos com sucesso e manter volumes de remessa de veículos; mudanças nos mercados financeiros globais, ambiente econômico geral e mudanças na demanda por produtos automotivos, sujeitos à ciclicidade; mudanças nas condições políticas e econômicas locais, mudanças na política comercial e imposição de tarifas ou tarifas globais e regionais direcionadas à indústria automotiva, promulgação de reformas tributárias ou outras mudanças nas leis e regulamentos tributários; a capacidade das empresas de expandir algumas de suas marcas globalmente; a capacidade das empresas de oferecer produtos inovadores e atraentes; a capacidade das empresas de desenvolver, fabricar e vender veículos com recursos avançados, incluindo características aprimoradas de eletrificação, conectividade e direção autônoma; vários tipos de reclamações, ações judiciais, investigações governamentais e outras contingências, incluindo reclamações de responsabilidade e garantia do produto e reclamações ambientais, investigações e ações judiciais; despesas operacionais materiais relacionadas ao cumprimento das normas ambientais, de saúde e segurança; o intenso nível de concorrência na indústria automotiva, que pode aumentar devido à consolidação; exposição a déficits no financiamento dos planos de pensão de benefício definido das Partes; a capacidade de fornecer ou providenciar acesso a financiamento adequado para revendedores e clientes de varejo e riscos associados relacionados ao estabelecimento e operações de empresas de serviços financeiros; a capacidade de acessar recursos para executar os planos de negócios das empresas e melhorar seus negócios, condição financeira e resultados das operações; um mau funcionamento significativo, interrupção ou violação de segurança que comprometa os sistemas de tecnologia da informação ou os sistemas de controle eletrônico contidos nos veículos das empresas; a capacidade das empresas de obter benefícios antecipados de acordos de joint venture; rupturas decorrentes de instabilidade política, social e econômica; riscos associados ao nosso relacionamento com funcionários, revendedores e fornecedores; aumentos de custos, interrupções no fornecimento ou escassez de matérias-primas; desenvolvimentos nas relações trabalhistas e industriais e desenvolvimento nas leis trabalhistas aplicáveis; flutuações nas taxas de câmbio, alterações nas taxas de juros, risco de crédito e outros riscos de mercado; agitação política e civil; terremotos ou outros desastres; incertezas sobre se a combinação de negócios proposta discutida neste documento será consumada ou quanto ao momento da mesma; o risco de que o anúncio da combinação de negócios proposta possa dificultar as partes a estabelecer ou manter relacionamentos com seus funcionários, fornecedores e outros parceiros de negócios ou entidades governamentais; o risco de que os negócios das Partes sejam impactados adversamente durante a pendência da combinação de negócios proposta; riscos relacionados às aprovações regulatórias necessárias para a combinação; o risco de que as operações da PSA e da FCA não sejam integradas com sucesso e outros riscos e incertezas.

Quaisquer declarações prospectivas contidas neste documento são válidas apenas a partir da data deste documento e as Partes renunciam a qualquer obrigação de atualizar ou revisar declarações prospectivas publicamente. Informações adicionais sobre as Partes e seus negócios, incluindo fatores que podem afetar materialmente os resultados financeiros das Partes, estão incluídas nos relatórios e arquivos da FCA com a Securities and Exchange Commission dos EUA (incluindo a declaração de registro no Formulário F-4, que foi declarada efetiva pela SEC em 20 de novembro de 2020), os arquivos da AFM e CONSOB e PSA com a AMF.

Scroll